quarta-feira, dezembro 5

Dicas para voar com bebês e crianças pequenas



Estava aqui arrumando as malas para mais uma viagem. Essa é o sétimo vôo internacional do Gustavo e preciso confessar que já tivemos de tudo: já viajamos de classe executiva, de classe econômica, de American Airlines, que é a pior cia aérea de todas! Ele já viajou no berço tranquilamente, nos meus braços nem tão tranquilo assim e já pegou uma turbulência tão forte que passou mal o vôo inteiro, com direito à vomitar no papai de cima em baixo. Já perderam nossas malas, inclusive a mala de mão (que teve que ser despachada porque ela era grande pro avião da Total), e elas só chegaram 3 dias depois. Com tanta experiência resolvi dividir um pouquinho delas com vcs.

Planejando a viagem:
Antes de mais nada, para se pensar numa viagem internacional é preciso arrumar a documentação de todos. O passaporte do bebê ou da criança é especial e tem validade de acordo com a idade. Até um ano, vale por um ano. Até dois anos de idade, vale por dois anos… e assim por diante até a criança ter quatro anos ou mais, que aí sim terá validade de 5 anos. Para solicitar o passaporte é necessário a presença do pai e da mãe, ou então ter uma procuração válida de um deles. Maiores informações clique AQUI

Se pretende ir para os Estados Unidos, é necessário tirar o visto também pra criança. Caso os pais já tenham os vistos válidos poderão participar do programa especial de vistos, sem ter que agendar entrevista e comparecer na embaixada. Detalhes AQUI. Se os pais ainda não têm visto podem agendar uma entrevista pra família toda, mas se programe com antecedência, porque esse agendamento pode demorar meses.

Com passaporte e visto em mãos, hora de se preparar pra viagem. Sugiro que comece com pelo menos uma semana antes. Depois que se tem filhos, não dá pra deixar nada pra última hora.

Antes do vôo:
Reserve o berço. Para isso, deve-se ligar na companhia aérea com pelo menos 3hs de antecedência e ver a disponibilidade, mas quanto antes melhor, porque podem ter outros bebês no vôo. O berço não é pago, mas como ele fica no Assento Conforto, se o bebê estiver acompanhado por ambos os pais, vc deverá pagar a taxa para um deles (um acompanhante não paga). O pagamento só será efetuado no check-in e o preço, no caso da Tam, varia de U$40 a U$110, depende do trecho. Outras companhias podem variar na disponibilidade e preços. Uma resalva:  eles só permitem bebês com menos de 11kg e os pés dele não podem ficar pro lado de fora. Mas mesmo se tiver alguma dúvida se o bebê irá caber ou não eu recomendo a reserva, pq se não tiver o berço, pelo menos está garantido o Assento Conforto. E acredite, faz toda a diferença! Já viajamos pela Lan e naquela ocasião o vôo não estava cheio, por isso nos deixaram encaixar o bebê conforto na cadeira do avião. Para isso, vc tem que prestar atenção se o seu bebê conforto tem essa opção.

Bagagem de mão do bebê: eles também tem direito à uma bagagem do mesmo tamanho que a dos pais. Dos ítens essenciais eu destaco: 
  • panos de boca
  • roupas extras (várias), casaquinho e pijama ou roupa confortável para durante o vôo
  • fraldas descartáveis (muitas, pois pode haver atrasos ou inconvenientes)
  • lenços umidecidos
  • pomada contra assadura
  • cobertor e manta pra forrar o berço
  • remédio para dor/febre
  • os brinquedos preferidos sempre à mão e chupetas extras (se usar)
  • trocador portátil
  • saquinhos de lixo
Se o seu bebê estiver comendo sólidos, levar:
  • papinha (tenha o suficiente para possíveis atrasos) e colheres
  • leite em pó e mamadeira
  • copos para água e sucos
  • babadores 
  • biscoitinhos, etc. 
OBS: Se vc solicitar comida para bebê antes da viagem, eles poderão fornecer papinhas e sucos.

Sobre a bagagem de mão do adulto: roupas extras para os pais. Se a minha experiência conta, eu sugiro uma troca completa para cada, tanto de camiseta quanto de calça. Já precisamos e não tínhamos.

Gustavo com 7 meses
No vôo:
  • Não despache o carrinho. É permitido deixá-lo na porta do avião antes do embarque e ele geralmente será devolvido na própria saída da aeronave ou na esteira das bagagens, mas ele sempre vem antes. No caso de vôos com escalas ele será muito útil. A única vez que precisamos do carrinho da empresa (quando nossas coisas não chegaram) eles nos informaram que não havia nenhum disponível.
  • Preste sempre atenção na fila preferencial. Pessoas com bebês de colo e crianças pequenas embarcam primeiro. E com tanta bagagem de mão quando se trata de viagem com filhos isso é importante para garantir espaço no bagageiro.
  • Se possível viajar à noite, porque geralmente é o melhor horário para o bebê conseguir dormir.
  • Colocar o bebê pra sugar durante a decolagem e pouso, seja o peito, mamadeira ou chupeta, evita um pouco da dor no ouvido que sentem por causa da pressão.
  • Não se preocupe se o seu filho não estiver dos mais felizes durante a vôo e aprontar um pequeno escândalo. Levande, passeie com ele, faça o que for preciso para acalmá-lo e lembre-se que todos já foram bebê um dia, e a maioria já tiveram ou terão filhos. Acalme-se e não deixe seu nervosismo passar pro seu filho, porque isso só piora a situação.   
  • Não se esqueça da máquina fotográfica pra registrar tudo. Confesso que poucas vezes lembrei de tirar fotos, acho que a ansiedade é tanta que acabamos esquecendo.
Cada bebê ou criança se comporta de uma maneira, por isso não dá pra sugerir muita coisa. O Gustavo se comportou muito bem até agora, mas esse será o primeiro vôo depois que ele começou a andar. Estou com muita espectativa e medo,  espero que dê tudo certo!



10 comentários:

  1. Nossa Favi! Eu nem tenho filhos e adorei o seu roteiro!!! Vai facilitar a vida de muitas mamães por aí!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Luciana. Depois de um tempo a gente vai ficando craque.

      Excluir
  2. Favi, que ótimas sugestões. Continue escrevendo sempre pois vale a pena compartilhar experiências vivenciadas. Elas ajudam demais. Espero que esta próxima viagem transcorra tudo na mais perfeita ordem e que o Gustavo, agora andando possa correr bastante pelos corredores do avião assim você e o Rogério poderão se exercitar também, ajudando a circulação sanguínea. Que o voo seja tranquilo, sem turbulencia e lembre-se que esta saindo de -3 para +33oC^, roupas frescas para o lado de ca.Bjs. Tia Gloria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Glória, que bom que gosta. Vou tentar postar mais dicas de viagens, pq isso a gente tem de sobra. Vamos ver o que esse espuleta vai aprontar dessa vez. Te conto depois. Estou com medo dessa inversão térmica fazer mal pro Gustavo... espero que ele aguente bem o calor, pq ele detesta. Beijos

      Excluir
  3. Muito bom, Favi! Obrigada por compartilhar sua experiência, ajuda muuuuuuuiiito! bjos

    ResponderExcluir
  4. Vou precisar muito destas dicas!!!! Acompanho sempre seu blog Favi.Parabéns. bjos Nådia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nadia, já já vc vai começar a viajar com sua princesinha e vai adorar!!! Beijos

      Excluir